antropologiaseimagem:

Fotógrafo e artista desconhecidos.
antropologiaseimagem:

|Postagem censurada pelo Facebook| O fotógrafo Alexander Gusov registra o encontro de sua esposa Sasha com mulheres da tribo himba. Namíbia, 2003.
"Entrevistei uma jovem antropóloga trabalhando com mulheres em Mali, um país da África onde as mulheres andam com os seios nus. Estão sempre amamentando seus bebês. E quando ela lhes contou que em nossa cultura os homens são fascinados com seios, houve um instante de choque. As mulheres caíram na gargalhada. Gargalharam tanto que caíram no chão. ‘Quer dizer que os homens agem como bebês?’, disseram".  (Carolyn Latteier, no livro All About Breasts)
Sobre (de modo genuíno e cálido) saudade.

    Isso, que sensível e latente é também nó e enlaço; isso além-chão ou abraço parco: do que sei é o que transborda de silêncio e empatia.
    Silente, hoje, outra vez porque distância e lacuna frágil e sôfrega, o que sua as mãos e embarga os olhos é uma ânsia sutil e humana de ser de si vísceras, voz e o que couber em passos e mazelas maiores do que a liberdade impõe.
    O que nos mata, pouco a pouco com antídoto e resignação mútua de suicídio lírico em fotografia dinamarquesa, é o que agora é chão e subsolo.
    Sobre queda iminente e olhar preciso e ingênuo: sangra, agora, o que não cabe no nosso acordo íntimo de solidão a dois.

                           Júlia Vilhena R (paradoxoambulante)